Posts

Ano Novo é realmente vida nova?

Ano Novo é realmente vida nova?

Por Abelardo Lemos

Está em nós a idéia de que a passagem de ano é um momento de mudanças em nossa vida. Pode ser.

Algumas pessoas esperam simplesmente o milagre da mudança, que o ano novo trará a vida nova. Outras planejam e não cumprem, não executam nada do planejado. Uma pequena parcela realmente planeja e executa a mudança.

Considero todo o ciclo de planejamento e execução da mudança pessoal como uma negociação que o indivíduo faz consigo mesmo.

A tradição judaica considera sagrado o momento em que duas pessoas tentam estabelecer uma troca em que seja otimizado o ganho para os dois. Consideram, também, o inferno quando um dos negociadores se considera perdedor, entendendo que os dois perderam.
Falta de consciência é o que leva à espera do milagre ou ao planejamento de metas não factíveis. Já ouvi comentários do tipo: “estabeleci as metas sabendo que jamais tentaria alcançá-las”

Às vezes há uma descrença intrínseca, essencial, na própria capacidade de realizar mudanças pessoais. Há boicote de toda forma.

Will Schutz lembra que a pessoa só muda se quiser. Quando quer mudar, necessita de duas coisas ao mesmo tempo: consciência e autodeterminação. Há pessoas totalmente conscientes de que precisam parar de fumar, de perder peso, de praticar atividade física, estudar inglês etc, mas não tem a mínima disposição para isso. Outras pessoas são determinadas mas não enxergam a necessidade de mudança.

Então vamos negociar para ganhar. Vamos aproveitar o momento, o clima, para refletir se precisamos mudar, identificar quais são essas mudanças e como fazer para alcançá-las.

Sugiro um número pequeno de metas: uma, duas, no máximo cinco. O uso brutal de honestidade para estabelecer a possibilidade de alcance (a meta é atingível?). A descrição de como fazer. Prazos compatíveis com a realidade. Resultados mensuráveis.
Tudo isso com uma suave e carinhosa firmeza; por escrito para que não haja dúvidas, aliás, dúvida atrapalha bastante essa tarefa.

Sugiro, ainda, que após, feito o plano, partir para o cumprimento. Aí entra a tal da autodeterminação. Com carinho e paciência, olhar para o plano todo dia, como quem faz uma oração diária; acompanhar cada resultado, comemorar pequenas vitórias.

Assim será alcançada a mudança. Bom Ano Novo e Feliz Pessoa Nova!

O amor é o sentimento do Natal

As cores e luzes apontam na cidade para lembrar que está chegando o Natal. No automatismo
dos dias, datas festivas nos ajudam a mudar um pouco a rotina e ceder espaço para celebrar
momentos que deveriam ser reconhecidos com frequência.

A decoração dentro e fora dos muros deixa claro uma mudança de cenário. Além das luzes que
encantam diversas gerações, o que mais me chama atenção são os presépios. Todos os
personagens estão posicionados em seus devidos lugares, mas é a manjedoura vazia quem
atrai meu olhar. Tanto faz se o presépio é simples ou luxuoso. Pouco importa. Se no centro
dele não encontra-se o amor.

O amor que pode vir na simplicidade de uma bala comprada no sinal ou no carinho de um
abraço, um toque no ombro ou um afago no cabelo. Amor que te lembra de tomar os
remédios na hora ou prepara a sua comida quando você chega em casa cansado. Amor que te
encoraja com palavras e te faz querer seguir adiante mesmo sem saber como. Amor silencioso
que te escuta com a alma e segura a tua mão com os olhos.

Existem diferentes formas de amar, de pensar, de estar no mundo. Natal simboliza um marco.
Uma história que foi dividida em antes e depois. Antes do amor. Depois do amor. A
oportunidade de construir um novo mundo. O amor traz esperança, transforma pedra em pão,
multiplica, cura e liberta. Foi uma luz que reuniu e guiou três homens de localidades diferentes
e desconhecidos em uma jornada em meio ao deserto. Cada um levava o que podia rumo ao
desconhecido que iria mudar as suas vidas. Se você se encontra em meio ao deserto,
maltrapilho e miserável, olhe para dentro e diga: “faça-se luz!”.

Quando você nasceu, acendeu-se uma centelha divina. São as nossas diferenças que fazem o mundo ser colorido e brilhante.

Todo dia existe oportunidade para recomeçar. Todo dia existe oportunidade para amar. Todo
dia pode ser Natal!